Rádio Cenecista de Picuí

VÍDEOS, FOTOS E MATÉRIAS TAMBÉM NO INSTAGRAM

SITE OFICIAL DA PREFEITURA DE NOVA PALMEIRA

sábado, 30 de julho de 2016

Lei da Ficha Limpa pode tornar Lula inelegível

Lula se tornou réu na Operação Lava Jato e pode ser enquadrado na Lei da Ficha Limpa, caso seja condenado
Foto: Reprodução
Ex-presidente Lula pode se tornar inelegível
O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) se tornou réu na Operação Lava Jato. No entanto, o petista reafirma que gostaria de ser candidato à Presidência da República novamente.


O Blog do Josias de Souza, do UOL, destaca que a vontade de Lula pode ser barrada, uma vez que o ex-presidente convive com o medo de ser preso e com o receio de se tornar inelegível por oito anos.

O colunista explica que, essa hipótese, Lula iria ficar de fora das próximas duas sucessões presidenciais —2018 e 2022. Além disso, o petista seria o primeiro ex-presidente da República a ser enquadrado numa lei que ele próprio sancionou: a Lei da Ficha Limpa (número 135/2010).

Lula é acusado de tentar obstruir a Lava Jato e também alvo de mais três denúncias que estão sob responsabilidade da força-tarefa de Curitiba. O ex-presidente é suspeito de ter recebido favores das empreiteiras Odebrecht e da OAS. Ele pode ser acusado de lavagem de dinheiro e corrupção passiva, explica o blog.

LEI DA FICHA LIMPA

A Lei da Ficha Limpa foi sancionada em junho de 2010 pelo ex-presidente Lula. A regra cita 14 hipóteses de inelegibilidade. Os enquadrados na Lei ficam banidos durante oito anos e não podem se candidatar às eleições.

Segundo a lei, para que um político seja considero “ficha suja”, sua condenação precisa ser confirmada por um “órgão judicial colegiado.” Assim, os direitos políticos de Lula seriam suspensos, por exemplo, se o Tribunal Regional Federal da 4ª Região, sediado em Porto Alegre, confirmasse uma eventual condenação decretada por Sérgio Moro.

O blog recorda que, nesta sexta-feira (29), Lula afirmou: “Se o objetivo de tudo isso é me tirar de 2018, isso não era necessário, a gente escolheria outro candidato mais qualificado, mas essa provocação me dá uma coceira''.

Em seguida, Lula frizou age dentro da lei: “Duvido que tenha alguém nesse país que seja mais cumpridor da lei do que eu, que respeite mais instituições do que eu", afirmou o ex-presidente.

Notícias ao Minuto

Para postar um comentário:

“É livre a manifestação de opiniões, sendo vedado o anonimato”

Nenhum comentário:

Postar um comentário