Rádio Cenecista de Picuí

VÍDEOS, FOTOS E MATÉRIAS TAMBÉM NO INSTAGRAM

SITE OFICIAL DA PREFEITURA DE NOVA PALMEIRA

domingo, 28 de janeiro de 2018

‘Não me deixa morrer’, disse ex-jogador à médica após levar facadas

Warley está em estado de choque; ele foi esfaqueado na madrugada da última sexta-feira, na Paraíba
Foto: Reprodução/TV Cabo Branco
Warley
O diretor jurídico do Botafogo-PB revelou um pedido do ex-jogador Warley, que é diretor do futebol clube, à médica que o atendeu no Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa, na Paraíba, para onde ele foi levado após levar duas facadas nas costas num suposto assalto na capital paraibanaComente no final da matéria.


De acordo com Alexandre Cavalcanti, que é marido da médica Fernanda Cavalcanti, o ex-jogador da seleção brasileira ficou em estado de choque após o ocorrido.

“Ele disse: ‘Fernanda, eu ia morrer. Quase que perco minha vida’. Ficou repetindo muito isso e ainda pediu: ‘Não me deixe morrer’, contou Alexandre Cavalcanti ao Globoesporte.com.

O ex-jogador Warley defendeu Palmeiras, São Paulo, Grêmio e a seleção brasileira. Ele sofreu levou duas facadas nas costas na madrugada de sexta-feira (26), em João Pessoa, e passou por dois procedimentos cirúrgicos no sábado (27). O médico responsável pelo procedimento em Warley, Petrucio Abrantes, falou sobre o estado de saúde do ex-atacante, que deve ter alta em uma semana.

Notícias ao Minuto