Rádio Cenecista de Picuí

VÍDEOS, FOTOS E MATÉRIAS TAMBÉM NO INSTAGRAM

SITE OFICIAL DA PREFEITURA DE NOVA PALMEIRA

quarta-feira, 20 de fevereiro de 2019

Mulher se entrega à polícia e confessa ter matado homem após sofrer assédio sexual, na PB

Caso aconteceu no dia 17 de fevereiro, em Alagoa Nova, no Agreste. Mulher se apresentou com advogado na Delegacia de Esperança, na tarde da terça (19)

Uma mulher de 43 anos se apresentou à polícia na tarde da terça-feira (19) e confessou ter matado um homem com um golpe de faca, em Alagoa Nova, no Agreste paraibano, segundo a Polícia Civil. De acordo com o delegado responsável pelo caso, Henry Fábio, a mulher alegou que atingiu o homem para se defender de um assédio sexual.


Segundo o delegado, o caso aconteceu no último domingo (17), por volta das 20h. De acordo com a versão da mulher dada à polícia, ela estava em um bar da cidade quando o homem, de 42 anos, chegou ao local embriagado e tentou molestá-la. Foi então que, para se defender, ela o atingiu com um golpe de faca no braço.

“Após ser ferido, o homem saiu do bar. No dia seguinte ele foi encontrado morto próximo ao local. Pelo que a polícia constatou, como ele estava embriagado e ficou andando pela rua, ele deve ter perdido muito sangue e não resistiu”, disse Henry Fábio.

Desde o dia do crime, a mulher estava foragida. Após investigações, a polícia conversou com a família, que informou que ela iria se entregar. Na tarde da terça, a mulher se apresentou com um advogado na Delegacia de Esperança.

Ainda segundo o delegado, além da mulher, o proprietário do bar também foi ouvido. “O caso não foi concluído porque ainda vamos ouvir outras testemunhas. Ela foi ouvida e liberada. Agora vai ser indiciada por homicídio e cabe à Justiça decidir se foi em legítima defesa ou não”, finalizou o delegado.

G1 PB

Nenhum comentário:

Postar um comentário