Rádio Cenecista de Picuí

VÍDEOS, FOTOS E MATÉRIAS TAMBÉM NO INSTAGRAM

SITE OFICIAL DA PREFEITURA DE NOVA PALMEIRA

segunda-feira, 13 de maio de 2019

Maior tragédia de Currais Novos completa 45 anos

O fato trágico aconteceu quando um ônibus desgovernado atropelou dezenas de fiéis que participavam da tradicional procissão, em honra a Nossa Senhora de Fátima
Foto: Reprodução
Comoção no velório das vítimas
Nessa segunda-feira completou 45 anos da maior tragédia do município de Currais Novos, município do interior do Rio Grande do Norte, que ficou conhecido como o desastre de 13 de maio.

O fato trágico aconteceu por volta das 18h50, quando um ônibus da empresa Princesa do Seridó, que chegava de Natal, apresentou problemas nos freios e atropelou dezenas de fiéis que participavam do final do percurso da tradicional procissão, em honra a Nossa Senhora de Fátima, na avenida principal do bairro Paizinho Maria, tirando a vida de 24 católicos e deixando dezenas de pessoas feridas. 

Ônibus apresentou problemas no freio (Foto: curraisnovos.net)
No local, corpos mutilados pelo chão mostravam o tamanho da tragédia. Entre os mortos, o Dr. Antônio Othon Filho e o Dr. Nithon, que foi vereador e Intendente de Currais Novos.

O pároco de Sant’Ana, Monsenhor Ausônio Araújo, só não faleceu naquele acidente por que foi puxado pela batina por um fiel católico. 

No local foi construído um monumento aos mortos ao lado da Praça Aproniano Pereira, onde existe uma lápide com o nome de todos os que morreram na tragédia.

Fonte: Conecta Paraíba com informações de Jean Souza

Nenhum comentário:

Postar um comentário