Rádio Cenecista de Picuí

VÍDEOS, FOTOS E MATÉRIAS TAMBÉM NO INSTAGRAM

SITE OFICIAL DA PREFEITURA DE NOVA PALMEIRA

quarta-feira, 17 de julho de 2019

Falha provoca cobrança indevida na integração temporal de CG

Tempo para outra cobrança de passagem em cartão temporal deve ocorrer somente após 70 minutos, o que estaria acontecendo antes desse intervalo

Passageiros dos transportes públicos de Campina Grande apresentaram queixas no início da manhã desta quarta-feira (17) sobre cobrança indevida de outra passagem dentro do sistema de integração temporal do município.

Conforme a Superintendência de Trânsito e Transportes Públicos (STTP), a cobrança teria ocorrido em algumas linhas de ônibus, por causa de uma falha, sem afetar todos os transportes.

A integração temporal garante que o passageiro utilize dois ônibus de linhas diferentes, pagando apenas uma passagem. Em Campina Grande, o intervalo de tempo para gratuidade no segundo transporte é de 70 minutos.

Em contato com o Portal Correio, o Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros (Sitrans) informou que o erro ocorreu em cerca de 20 transportes, ou seja, em 10% dos 200 veículos que operam na cidade. O órgão também informou que o problema se deu após a frota ter passado por uma atualização no sistema e teria apresentado dificuldades. Conforme o sindicato, a situação já foi resolvida.

Conforme a STTP, os casos de cobrança indevida se tratam de uma falha no sistema. A orientação do órgão é que as pessoas afetadas com a cobrança procurem os postos do Sitrans no Terminal de Integração, no Centro do município, para que tenham os valores ressarcidos pelo sistema.

A superintendência também orientou que seja solicitado o registro da reclamação na ouvidoria do órgão, através do 3341-1278. O número do cartão deve ser informado pra que possam rastrear e devolver a passagem cobrada, que no cartão temporal está no valor de R$ 3,60 inteira e R$ 1,80 meia.

Até o fechamento desta matéria, não foi informada a quantidade de pessoas que teriam passado pelo problema.

Portal Correio

Nenhum comentário:

Postar um comentário