Rádio Cenecista de Picuí

VÍDEOS, FOTOS E MATÉRIAS TAMBÉM NO INSTAGRAM

SITE OFICIAL DA PREFEITURA DE NOVA PALMEIRA

quinta-feira, 11 de julho de 2019

HU de Campina Grande vai realizar testes rápidos para hepatite B e C

Ação faz parte da campanha Julho Amarelo e exames serão feitos no dia 16 de julho, das 8h às 12h

Os testes rápidos para hepatites B e C serão feitos na entrada principal do Centro de Assistência Especializada de Saúde e Ensino (Caese), das 8h às 12h e das 13h às 16h. Foto: Reprodução/Governo do Brasil.

Para conscientizar a população sobre a necessidade de diagnóstico precoce das hepatites virais, o Hospital Universitário Alcides Carneiro (HUAC), em Campina Grande, vai oferecer testes rápidos de hepatites B e C e dar orientações sobre a doença. A ação faz parte da Campanha Julho Amarelo e acontece no dia 16 de julho, das 8h às 12h e das 13h às 16h, na entrada principal do Centro de Assistência Especializada de Saúde e Ensino (Caese).

A médica do HUAC Lígia Lopes alerta para a importância da prevenção dessas doenças. “As hepatites virais, com destaque para os tipos B e C, se não forem tratadas, podem evoluir para cirrose e câncer hepático. Como nem sempre os sintomas estão presentes, é importante a prevenção e diagnóstico precoce”, disse.

Resultado sai em 30 minutos
O teste consiste na coleta de uma gota de sangue da ponta do dedo e, em até 30 minutos já é possível saber se o paciente tem algum tipo de hepatite. As hepatites virais mais comuns no Brasil são as causadas pelo vírus A, B e C. Existem ainda as causadas pelos vírus D e E, mais presentes nos continentes africano e asiático.

Tipos de hepatites e sintomas
    ➤Hepatite A: Causada pelo consumo de água e alimentos contaminados ou por relações sexuais.
    ➤Hepatite B: Causada pelo contato com fluidos corporais.
    ➤Hepatite C: Causada pelo contato com fluidos corporais.

Normalmente, as hepatites virais não apresentam sintomas, mas quando eles surgem, a pessoa pode apresentar febre, falta de apetite, icterícia, mal-estar, náuseas e vômito, desconforto abdominal, urina com cor laranja escuro e fezes esbranquiçadas.

Redação OP9

Nenhum comentário:

Postar um comentário