Rádio Cenecista de Picuí

VÍDEOS, FOTOS E MATÉRIAS TAMBÉM NO INSTAGRAM

SITE OFICIAL DA PREFEITURA DE NOVA PALMEIRA

quinta-feira, 31 de outubro de 2019

Lutador de jiu-jitsu é suspeito de desfigurar e matar homem na Paraíba

Crime aconteceu no Sítio Rancho do Povo, Zona Rural de Catolé do Rocha, no Sertão. Vítima e suspeito pertencem a famílias rivais

Um lutador de jiu-jitsu de 32 anos é suspeito de ter matado por espancamento o pedreiro Francisco Ferreira da Silva, de 43 anos, na noite dessa quarta-feira (30), em Catolé do Rocha. O crime aconteceu no Sítio Rancho do Povo, Zona Rural do município, por volta das 20h30.

De acordo com a Polícia Civil, Francisco e o suspeito pertencem a famílias rivais. O lutador de jiu-jitsu mora em Fortaleza, Ceará, e estava em Catolé do Rocha para visitar familiares. Com histórico de brigas, eles tiveram uma nova discussão – cuja motivação ainda é desconhecida pela polícia – e partiram para agressão.

Por ser lutador profissional, o suspeito levou vantagem na briga. Conforme testemunhas informaram à polícia, ele usou o golpe conhecido como ‘gravata’ ou ‘mata-leão’ e espancou a vítima com socos. O rosto de Francisco Ferreira, segundo a polícia, ficou desfigurado. Moradores do sítio tentaram intervir, mas não conseguiram fazer o lutador parar com as agressões.

A vítima chegou a ser socorrida, mas não resistiu aos ferimentos e morreu assim que chegou ao hospital local.

Após cometer o crime, o lutador de jiu-jitsu fugiu em um carro vermelho. Ele é procurado pela polícia da região.

Portal Correio

Nenhum comentário:

Postar um comentário