Rádio Cenecista de Picuí

VÍDEOS, FOTOS E MATÉRIAS TAMBÉM NO INSTAGRAM

SITE OFICIAL DA PREFEITURA DE NOVA PALMEIRA

terça-feira, 3 de dezembro de 2019

Funcionário da Prefeitura de Cabedelo, PB, perde controle de carro, bate em prédio e morre

Suspeita é de que José Durval Portela, de 38 anos, sofreu ataque cardíaco enquanto dirigia. Polícia investiga se morte foi causada por infarto ou impacto do carro contra parede

Acidente aconteceu na manhã desta terça-feira (3)
em Cabedelo - Foto: Silvia Torres/TV Cabo Branco
Um funcionário da Prefeitura de Cabedelo morreu enquanto dirigia na manhã desta terça-feira (3) em Cabedelo após supostamente sofrer um infarto. José Durval Portela de Andrade Filho, de 38 anos, perdeu o controle do carro, bateu em duas motocicletas que estavam estacionadas, em um poste de energia elétrica e parou após colidir na parede da policlínica municipal de Cabedelo.

De acordo com o delegado Paulo Josafá, responsável por registrar o caso, a esposa de José Durval afirmou que o marido sofria de problemas cardíacos e havia marcado uma consulta de urgência com o cardiologista.

“Ele também sofria com diabetes. O quadro clínico dele estava se agravando e preocupando bastante a família. O corpo vai ser encaminhado para o Gemol, para ser determinada a causa da morte, se foi pelo impacto ou por conta do infarto”, comentou o delegado.          

De acordo com relato de funcionários da prefeitura, Durval Portela Filho estava saindo da Secretaria Municipal de Educação quando se sentiu mal e entrou no carro. Após perder o controle do veículo, o carro de Durval Portela Filho bateu na policlínica, que fica em frente a Secretaria de Educação de Cabedelo.

Durval Portela trabalhava no setor de Tecnologia da Informação da Prefeitura de Cabedelo e costumava passar diariamente na Secretaria de Educação, como parte da rotina de trabalho. Apesar do acidente de trânsito, ninguém ficou ferido.

O funcionário recebeu atendimento médico dos profissionais da policlínica, que retiraram Durval do carro e procederam com a reanimação. Ele não resistiu e morreu no local. O Samu também foi acionado, mas José Durval Portela de Andrade Filho já havia morrido.

G1 PB

Nenhum comentário:

Postar um comentário