Rádio Cenecista de Picuí

VÍDEOS, FOTOS E MATÉRIAS TAMBÉM NO INSTAGRAM

SITE OFICIAL DA PREFEITURA DE NOVA PALMEIRA

quarta-feira, 4 de dezembro de 2019

Quatro vereadores são afastados em nova fase da Xeque-Mate

Parlamentares são suspeitos de receber propina para apoiar na Câmara o então prefeito Leto Viana, preso em 3 de abril do ano passado

A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta quarta-feira (4), a sexta fase da Operação Xeque-Mate, que apura crimes na administração pública de Cabedelo, na Grande João Pessoa. Quatro vereadores, cujos nomes ainda não foram divulgados, são alvos desta etapa da investigação e foram afastados dos cargos.

A 1ª Vara da Comarca de Cabedelo também determinou o cumprimento de oito mandados de busca e apreensão na residência dos vereadores investigados. Vinte policiais federais cumprem a ordem judicial, com apoio de quatro auditores da Controladoria-Geral da União na Paraíba (CGU-PB). O Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público da Paraíba, também dá suporte à operação.

Os alvos da sexta fase da Operação Xeque-Mate são suspeitos de receber propina para apoiar na Câmara o então prefeito Leto Viana, preso em 3 de abril do ano passado. O dinheiro usado para ‘comprar’ os parlamentares eram oriundos do superfaturamento do contrato da empresa responsável pela coleta de lixo no município.

O objetivo desta etapa da Xeque-Mate é angariar elementos de prova relacionados à possível mercantilização dos mandatos. Se comprovado o envolvimento no esquema, os vereadores poderão responder por formação de organização criminosa, lavagem de dinheiro, corrupção ativa e fraude licitatória – crimes cujas penas, desde que somadas, ultrapassam 30 anos de reclusão.

Portal Correio

Nenhum comentário:

Postar um comentário