Rádio Cenecista de Picuí

VÍDEOS, FOTOS E MATÉRIAS TAMBÉM NO INSTAGRAM

terça-feira, 3 de março de 2020

Castração aumenta qualidade de vida de cães e gatos

Procedimento evita o aparecimento de doenças graves, aumentando a estimativa de vida do animal

Uma dúvida recorrente entre tutores de animais de estimação é se devem ou não castrá-los. Mesmo quando não há interesse na procriação dos bichos, persiste o dilema. Na maioria das vezes, por pena do animal. Mas não há necessidade disso, segundo o médico veterinário Ênio Cordeiro. Ele garante que a castração não causa qualquer dano à saúde dos pets. Pelo contrário, evita o aparecimento de doenças graves, aumentando a estimativa de vida do animal.

“Animais castrados tendem a viver 30% a mais pois, no caso das fêmeas, são evitadas doenças como tumores de mama e infecção no útero, e, no caso de machos, tumores na próstata e testículos. Esses são problemas frequentes e sérios”, aponta.

De acordo com ele, um em cada 20 animais desenvolvem algum tipo de tumor a partir dos sete anos de idade. Ênio Cordeiro acrescenta que animais castrados tendem a ficar mais tranquilos.

Quando fazer a castração
O médico veterinário explica que não é necessário esperar o primeiro cio para marcar a castração. “Gatos com peso a partir de 1 quilo e meio já podem ser castrados. Nos cães, o procedimento pode ser feito a partir dos seis meses. Não há necessidade de esperar pelo cio, isto é um grande mito. Inclusive, estudos mostram que animais castrados antes do cio têm sobrevida maior”, diz Ênio Cordeiro.

O médico veterinário pondera que, caso o animal entre no cio, aí sim, a cirurgia deve ser adiada. Isso porque o estado de receptividade sexual acentua o fluxo sanguíneo, aumentando o risco de rompimento de vasos durante o procedimento.

Excluído este fator, a cirurgia de castração não é considerada perigosa. “Logicamente existe um risco, afinal trata-se de uma cirurgia. Mas os benefícios que ela traz são muito maiores”, afirma Ênio Cordeiro.

Ainda conforme o médico veterinário também é mito que a castração causa sofrimento psicológico ao animal. “Esse é um pensamento que não tem outra origem senão a cultura do machismo. Tanto que é uma preocupação muito mais comum entre os homens e em relação aos animais machos. Mas é necessário entender que a única espécie que faz sexo por prazer é a humana. Para as outras, o ato sexual acontece puramente por instinto reprodutivo”, destaca.

Ênio Cordeiro acrescenta que não existe um teto de idade de cães e gatos para a realização da cirurgia. Mesmo após o período de maior intensidade na curva reprodutiva, que vai dos oito meses aos oito anos, a castração ainda é recomendada. “O comportamento do animal ainda será beneficiado e, se ele tiver predisposição a tumores, a doença será evitada”, reforça.

Onde castrar animais domésticos
Em João Pessoa, o Centro de Vigilância Ambiental e Controle de Zoonoses (CVAZ) realiza o procedimento gratuitamente para cães e gatos com idade entre oito meses e oito anos, obedecendo o calendário de agendamento das cirurgias. Tutores de animais podem se informar sobre datas e horários na própria sede, situada no bairro dos Bancários, ou pelos telefones 3218-9357 e 0800 2827959.

Portal Correio

Nenhum comentário:

Postar um comentário