Rádio Cenecista de Picuí

VÍDEOS, FOTOS E MATÉRIAS TAMBÉM NO INSTAGRAM

sábado, 21 de março de 2020

Jovem de Pedra Lavrada morre após complicações na gravidez

Após o parto de urgência, Cida, como era mais conhecida, apresentou hemorragia e outras reações adversas, não suportando as consequências

Maria Aparecida tinha 22 anos
(Foto: Reprodução)
Uma jovem de 22 anos morreu após procedimento de parto na madrugada deste sábado (21). Maria Aparecida Sousa Vasconcelos, moradora do sítio Cabacinhas, município de Nova Palmeira, estava grávida de seu primeiro filho, mas o sonho foi interrompido depois da garota sofrer eclampsia pós-parto, no Instituto de Saúde Elpídio de Almeida, em Campina Grande.

Após a cirurgia de urgência, Cida, como era mais conhecida, apresentou hemorragia e outras reações adversas, não suportando as consequências. Mesmo diante da gravidade do fato, o bebê sobreviveu e está internado na UTI Neonatal, em observação, mas passa bem.

De acordo com informações extraoficiais, o corpo da garota será sepultado em Pedra Lavrada, sua cidade de origem, neste domingo (22) pela manhã.

Familiares e amigos deixaram mensagens de solidariedade e carinho nas redes sociais.

O que é Eclampsia?
Eclampsia é uma condição rara, mas grave, que provoca convulsões durante a gravidez. A eclampsia afeta cerca de uma em cada 2 mil a 3 mil gestações, e pode afetar qualquer gestante, mesmo quem não tem um histórico de convulsões.

Causas
A eclampsia é uma complicação grave da pré-eclâmpsia, que ocorre quando a pressão arterial está elevada (acima de 140/90 mmHg) a qualquer momento após a sua 20ª semana de gravidez, com desaparecimento até 12 semanas pós-parto. Além da pressão arterial elevada, outras complicações como excesso de proteína na urina ou insuficiência hepática devem acontecer para se ter o diagnóstico de pré-eclâmpsia.

Blog NP / Conecta PB

Nenhum comentário:

Postar um comentário