Rádio Cenecista de Picuí

VÍDEOS, FOTOS E MATÉRIAS TAMBÉM NO INSTAGRAM

SITE OFICIAL DA PREFEITURA DE NOVA PALMEIRA

segunda-feira, 13 de abril de 2020

Campina Grande pode chegar a 760 casos de Covid-19 se reduzir isolamento domiciliar, diz SES

Declaração do secretário de estado da saúde coloca número como pior cenário até o dia 10 de maio. Pico de incidência de casos na Paraíba deve começa na segunda quinzena de abril

Centro de Campina Grande vazio, na Paraíba
Foto: Artur Lira/TV Cabo Branco
A região de Campina Grande, que corresponde a 70 municípios referenciados, por atingir 760 casos confirmados da Covid-19 até o dia 10 de maio caso o isolamento social seja flexibilizado. A declaração foi do secretário de estado da saúde, Geraldo Medeiros, nesta segunda-feira (13), em entrevista à TV Cabo Branco. Segundo ele, pessoas dos 70 municípios circulam por Campina Grande diariamente.

Conforme o secretário, os dados são baseados em uma plataforma que faz um levantamento estatístico de consultoria e projeções. As fontes desse levantamento são o Ministério da Saúde e sites que mostram a curva de crescimento no número de casos confirmados, mortes, entre outros detalhes, como o Covid Trends e o Worldometer.

A projeção de 760 casos na região de Campina Grande, conforme Geraldo Medeiros, é o pior cenário a ser avaliado. O cenário menos ruim é que, com o isolamento social mais branco, pelo menos 160 casos sejam confirmados até o dia 10 de maio.

Além disso, a nível estadual, o secretário afirmou que o pico de incidência dos casos confirmados deve acontecer na segunda quinzena de abril e também no mês de maio. Por isso ele ressalta a importância do isolamento social.

Comércio de Campina Grande deve ser reaberto em 20 de abril
O comércio de Campina Grande permanecerá fechado para conter avanço do novo coronavírus, de acordo com a Prefeitura. A decisão foi tomada em uma em videoconferência com a participação de representantes de entidades da classe dos comerciantes, Ministério Público e da Prefeitura de Campina Grande.

Segundo o decreto, o comércio deveria retornar nesta segunda-feira, mas a previsão foi adiada para o dia 20 de abril, assim como o decreto estadual.

A medida é uma forma de conter o avanço da Covid-19 na cidade, que já tem três casos confirmados, e faz parte da cartilha proposta de retorno gradual das atividades comerciais elaborada pela prefeitura. O descumprimento das ações pode resultar na suspensão do alvará de funcionamento dos estabelecimentos.

G1 PB

Nenhum comentário:

Postar um comentário