Rádio Cenecista de Picuí

VÍDEOS, FOTOS E MATÉRIAS TAMBÉM NO INSTAGRAM

segunda-feira, 6 de abril de 2020

Quase 47% da população na PB não cumpre isolamento social por coronavírus, diz aplicativo

Aplicativo feito em Pernambuco indicou que até 4 de abril, cerca de 53% da população da Paraíba estava cumprindo isolamento social

Paraíba apresentou isolamento social sendo cumprindo por aproximadamente 53% da população - Foto: Reprodução/InLoco
Quase 47% da população da Paraíba não respeitou o isolamento social recomendado pelo Ministério da Saúde para prevenção do contágio do coronavírus. De acordo com a plataforma Mapa Brasileiro da Covid-19, feita pela In Loco, no dia 4 de abril, dado mais recente disponibilizado no início da manhã desta segunda-feira (6), a Paraíba tinha um Índice de isolamento social de 53,1%, ou seja, pouco mais da metade da população estava respeitando a quarentena no estado.

A informação desenvolvida pela In Loco, usa uma base de dados de 60 milhões de brasileiros em tempo real, conseguindo estimar um percentual de pessoas que estão em movimentação ou não. Pelo índice estimado na plataforma, até sexta-feira (4), a Paraíba era o quarto estado do Nordeste com pior índice de cumprimento do isolamento social, acima apenas de Bahia e Alagoas (51,7%) e Sergipe (52,5%).

Ainda de acordo com o aplicativo, a Paraíba apresentou um percentual máximo de isolamento social de 69,6% no dia 22 de março, justamente um dia após a publicação do decreto de calamidade pública por parte do Governo da Paraíba. De acordo com a empresa que montou a plataforma, o mapa foi desenhado para não identificar as pessoas, garantindo privacidade e anonimato.

“Nosso papel na luta contra a Covid-19 é prover inteligência para conter o avanço da doença sem a necessidade de uma política de vigilância. Quando a situação de emergência acabar, os dados coletados para esse fim serão deletados”, informa a In Loco. A iniciativa tem participação da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e conta com o apoio da Universidade de São Paulo (USP).

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) informou que as recomendações de isolamento social seguem as mesmas, inclusive com a possibilidade de uso das forças policiais para obrigar o cumprimento da quarentena.

O secretário executivo de Gestão da Rede de Unidades de Saúde, Daniel Beltrami, explicou que as recomendações precisam ser seguidas com maior rigor nesse momento, considerado um período crítico para o aumento do número de casos pelas autoridades de saúde.

“É preciso senso de coletividade, vejam a Espanha, Itália, Estados Unidos, não é hora de baixar a guarda. É hora de foco, de responsabilidade, o coronavírus no Brasil não vai deixar o rastro de mortos, mas isso depende de você”, comentou.

Até a manhã desta segunda-feira (6), a Paraíba tinha 35 casos confirmados de infecção pelo coronavírus e quatro mortes pela Covid-19. Para reforçar as medidas de isolamento, o governador da Paraíba, João Azevêdo (Cidadania), prorrogou até o dia 19 de abril o decreto de calamidade pública por conta do coronavírus.

Plataforma em João Pessoa
A Prefeitura de João Pessoa disponibilizou uma plataforma online que permite o acompanhamento online da evolução dos casos da Covid-19, inclusive com a faixa etária dos infectados, número de casos descartados e os bairros com maior número de infectados. João Pessoa é a cidade da Paraíba com maior número de infectados.

G1 PB

Nenhum comentário:

Postar um comentário