Rádio Cenecista de Picuí

VÍDEOS, FOTOS E MATÉRIAS TAMBÉM NO INSTAGRAM

SITE OFICIAL DA PREFEITURA DE NOVA PALMEIRA

domingo, 3 de maio de 2020

Enfermeiro é surpreendido por bandido quando fazia live de roubo a banco: 'Desliga o celular e vai dormir'

Alexandre Martins fazia transmissão ao vivo do crime quando foi surpreendido por um dos criminosos. Grupo roubou agência bancária, atirou contra base da PM e fez seis reféns na madrugada de sábado em Ourinhos (SP)

Bandidos levaram pânico a moradores de Ourinhos
na madrugada de sábado (2) - Foto: Reprodução
No vídeo publicado pelo enfermeiro nas redes sociais é possível ver o refém sem camisa, no meio da rua, com os braços para cima. Dois dos criminosos apontam armas para ele.

Além de mostrar o morador que foi feito refém, no vídeo é possível ouvir várias vezes disparos de armas de fogo. Depois de 12 minutos de transmissão ao vivo, um integrante da quadrilha flagra o enfermeiro com o celular.

"Eu estava gravando e um deles veio por trás, no sentido oposto ao que eu estava olhando. Ele me disse: 'vai dormir'. Na hora, já entrei na sala novamente e fui me esconder", contou ao G1.

No vídeo publicado pelo enfermeiro nas redes sociais é possível ver o refém sem camisa, no meio da rua, com os braços para cima. Dois dos criminosos apontam armas para ele.

Além de mostrar o morador que foi feito refém, no vídeo é possível ouvir várias vezes disparos de armas de fogo. Depois de 12 minutos de transmissão ao vivo, um integrante da quadrilha flagra o enfermeiro com o celular.

"Eu estava gravando e um deles veio por trás, no sentido oposto ao que eu estava olhando. Ele me disse: 'vai dormir'. Na hora, já entrei na sala novamente e fui me esconder", contou ao G1.

Explosões e tiroteio
De acordo com a PM, pelo menos 40 homens fortemente armados participaram do roubo. Eles cercaram as bases policiais e atiraram contra um posto no centro da cidade, que ficou destruído.

A ação durou cerca de três horas. Seis pessoas foram feitas reféns, sendo dois seguranças e quatro moradores. Uma vítima chegou a ser baleada na perna, mas foi socorrida e não corre riscos. Outro refém foi colocado no teto de um carro para servir de escudo humano no comboio de veículos usados pela quadrilha na ação.

A polícia foi acionada e houve confronto com os criminosos. Segundo a corporação, os criminosos usaram drones para monitorar a chegada da PM e estavam com armas com capacidade para derrubar helicópteros. Parte do bando conseguiu fugir em direção ao Paraná.

O Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) foi acionado e fez o desarmamento dos três artefatos explosivos deixados no local do crime. Um deles dentro da agência bancária, outro na rua e o terceiro em frente ao batalhão da Polícia Militar.

Ainda de acordo com a polícia, eles fugiram levando dinheiro, mas a quantia ainda não foi divulgada. Até o momento, ninguém foi preso, nem identificado. Pela manhã, várias cápsulas de munição foram encontradas pelas ruas e diversas vitrines de lojas na região estavam destruídas.

A polícia apreendeu dois carros usados no crime abandonados na cidade e pretende usar imagens do sistema de monitoramento do município para apurar o caso.

Conforme apurado pela TV TEM, será investigada a possibilidade do dinheiro roubado ser uma remessa para pagamento do auxílio emergencial, já que a agência assaltada seria um centro de distribuição para outros bancos da região.

Em nota, o Banco do Brasil informou que a agência não vai abrir na segunda-feira (4). Os clientes podem buscar atendimento alternativo nas agências de Salto Grande, Chavantes e Santa Cruz do Rio Pardo (SP).

G1 Bauru e Marília

Nenhum comentário:

Postar um comentário