Rádio Cenecista de Picuí

VÍDEOS, FOTOS E MATÉRIAS TAMBÉM NO INSTAGRAM

SITE OFICIAL DA PREFEITURA DE NOVA PALMEIRA

segunda-feira, 25 de maio de 2020

"Sinto que vou morrer aqui": ela deu à luz em coma com Covid e não resistiu

O quadro de Dayane então se agravou e ela morreu no último dia 12 de maio

Dayane Galvão, que contraiu Covid-19 grávida e
teve que fazer uma cesárea em coma, morreu da doença
Foto: Arquivo Pessoal
Grávida de 29 semanas, Dayane Galvão, de 25 anos, não teve oportunidade de conhecer a filha Ágatha após o parto. Infectada com o novo coronavírus, ela ficou 24 dias internada e deu à luz em coma. Acordou e conseguiu ler uma carta do marido, Antonio Carlos Filho, 27, dizendo que a menina estava bem. O quadro de Dayane então se agravou e ela morreu no último dia 12 de maio. Neste depoimento, Antonio conta como tem lidado com a perda da esposa, as visitas que têm feito à filha no hospital e a expectativa de levá-la logo para casa:

"Eu e a Dayane nos conhecemos desde criança, éramos amigos. Ela foi morar duas vezes no Rio de Janeiro e, na segunda que vez que voltou para Fundão, no Espírito Santo, em 2018, nós nos reaproximamos, começamos a namorar e nos casamos. Comentei com ela que meu sonho era ser pai. Minha esposa já tinha dois filhos de outro relacionamento, um menino de 11 e uma menina de 6, que moravam com a gente na casa do meu pai. Ela concordou em aumentar a família e, em pouco tempo, engravidou da Ágatha. Foi uma alegria quando ela me contou: 'Estou grávida, você vai ser papai.

Fonte: https://www.uol.com.br/universa

Nenhum comentário:

Postar um comentário