Rádio Cenecista de Picuí

VÍDEOS, FOTOS E MATÉRIAS TAMBÉM NO INSTAGRAM

segunda-feira, 8 de junho de 2020

146 mil pés de maconha que abasteceriam tráfico no NE são destruídos

Plantações poderiam produzir 48,7 toneladas da droga. Onze pessoas foram detidas pelos crimes de tráfico de drogas e receptação de veículo roubado

Investigação é do estado de Pernambuco - Foto: Divulgação/PRF
Foram encerradas, neste domingo (7), as atividades de erradicação de uma plantação de maconha que abasteceria o tráfico de drogas em estados do Nordeste, incluindo a Paraíba. Foram destruídos 146,3 mil pés da erva. A droga era cultivada em terrenos nos municípios de Cabrobó e Belém de São Francisco, no Sertão de Pernambuco.

As ações começaram na última terça-feira (2) e foram realizadas durante as operações Macambira V e Muçambê II, que ocorreram de forma integrada entre a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a Polícia Federal (PF) e o Batalhão Especializado de Policiamento do Interior da Polícia Militar (BEPI-PM). Policiais rodoviários federais da Paraíba deram apoio aos trabalhos. No total, foram utilizadas 19 viaturas, um caminhão tanque, uma van e um helicóptero.

As plantações foram localizadas a partir de levantamentos da Base de Operações Aéreas da PRF e de investigação da PF, que identificaram 48 roças com características da cannabis sativa. Se colhidas, as plantas poderiam produzir 48,7 toneladas de maconha pronta para o consumo.

As ações de combate ao crime também foram realizadas nas rodovias federais do Sertão, sendo fiscalizados 259 veículos e 256 pessoas, apreendidos 81,5 Kg de maconha embalada, dois carros roubados e R$ 1.142. Ao todo, onze pessoas foram detidas pelos crimes de tráfico de drogas e receptação de veículo roubado.

A investigação das ocorrências será realizada pela Delegacia de Polícia Federal de Salgueiro, Pernambuco. As ações de erradicação vem sendo intensificadas na região, tendo em vista que o período de chuvas contribui para o aumento na produção da droga.

Portal Correio

Nenhum comentário:

Postar um comentário