Rádio Cenecista de Picuí

VÍDEOS, FOTOS E MATÉRIAS TAMBÉM NO INSTAGRAM

quinta-feira, 4 de junho de 2020

Justiça concede liberdade provisória a empresária suspeita de matar marido na PB

Taciana Ribeiro é a suspeita de cometer o crime que aconteceu no dia 10 de abril deste ano. De acordo com a defesa, o motivo teria sido porque ela sofria violência doméstica

Foto: Reprodução
A Justiça concedeu liberdade provisória a empresária Taciana Ribeiro Coutinho, suspeita de matar o marido, Helton Pessoa, na cidade de Sapé, na Paraíba. O decreto foi da promotora Caroline Freire, na última segunda-feira (1º).

Em entrevista ao Portal T5, o advogado da família da vítima, Daniel Alisson, informou que a promotoria alegou excesso de prazo. Ou seja, houve demora para que a denúncia fosse encaminhada.

De acordo com o advogado, a decisão permite que Taciana responda ao processo em liberdade, sem tornozeleira eletrônica ou prisão domiciliar. Segundo ele, a família de Helton está indignada com o decreto e deve recorrer.

À reportagem, o advogado de defesa, Jonival Veloso informou que a medida foi justa visto que não Taciana possui bons antecedentes, residência fixa, não tentou fugir ou corromper provas e cooperou com as investigações. De acordo com ele, todos esses critérios garantem a revogação.

Jonival afirmou ainda que Taciana mantém o depoimento de que agiu em legítima defesa porque sofria violência doméstica há um tempo, inclusive, no dia em que tudo aconteceu.

Relembre o caso
No dia 10 de abril, Helton Pessoa foi morto a tiros em uma fazenda onde estava com a família durante o período de isolamento social devido a pandemia da Covid-19.

A suspeita de cometer o crime, Taciana Ribeiro, teria fugido do local e enviado o advogado para entrar em contato com a polícia. À época, ela alegou legítima defesa e foi presa no dia seguinte.

Portal T5

Nenhum comentário:

Postar um comentário