Rádio Cenecista de Picuí

VÍDEOS, FOTOS E MATÉRIAS TAMBÉM NO INSTAGRAM

sexta-feira, 12 de junho de 2020

Prefeitura na PB apresenta plano de retomada da economia e anuncia abertura de comércio a partir desta segunda-feira

O plano é referente às atividades comerciais consideradas não-essenciais​ e segundo o gestor obedece as recomendações da Secretaria de Saúde do Estado e do Ministério da Saúde
O prefeito de Bayeux, Jefferson Kita, anunciou, nesta quinta-feira (11), o Plano de Abertura Gradual do Comércio que é dividido em quatro fases, e está previsto para ser executado a partir da próxima segunda-feira (15) no município. O plano é referente às atividades comerciais consideradas não-essenciais e segundo o gestor obedece as recomendações da Secretaria de Saúde do Estado e do Ministério da Saúde para prevenção e combate ao novo coronavírus.
O Plano de Abertura Gradual do Comércio de Bayeux foi elaborado por uma comissão, formada por representantes das Secretarias de Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Turismo, Saúde, Planejamento Ciência e Tecnologia, Procuradoria Geral e Procon, além de membros da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Bayeux e de outras entidades da sociedade civil, como o segmento religioso. O colegiado foi criado pela Prefeitura Municipal com o objetivo de promover a abertura consciente e segura do comércio local.
Apresentação 
O Plano de Abertura Gradual do Comércio já foi apresentado ao setor produtivo de Bayeux e à Câmara Municipal, nessa quarta-feira (10), quando foi aprovado, por unanimidade, tanto pelos integrantes do legislativo municipal quanto pelos comerciantes. A proposta agora será transformada em Decreto Municipal, a partir das recomendações que devem ser apresentadas pelo Governo do Estado.
De acordo com o Plano, a retomada das atividades econômicas no município deve acontecer de forma gradual, em quatro (4) fases, com início nesta segunda-feira (15) e última fase a partir do dia 26 de julho (domingo), com horários de funcionamento e capacidade de atendimento de clientes pré-estabelecidos no documento. 
O plano também apresenta as medidas sanitárias a serem adotadas o uso ininterrupto de máscara, interditar os provadores em lojas de vestuários, dar prioridade as vendas “delivery”, disponibilizar mecanismos de higienização das mãos, disponibilizar EPI’s aos funcionários, preferência a ventilação natural entre outras. 
Confira as fases:
15/06 a 28/06 - Fase 1
Autorização de 50% da capacidade de clientela com horário de funcionamento de 9h às 17h para os seguintes setores:
  • Fabricação e comércio de calçados;
  • Fabricação e comércio de vestuários e acessórios;
  • Fabricação e comércio de utilidades para o lar;
  • Fabricação e comércio de móveis;
  • Bancas de revistas e papelarias;
  • Construção civil;
  • Serviços de escritórios administrativos, contabilidade, advocatícios;
  • Comércio de componentes de informática;
  • Comércio de eletroeletrônicos;
  • Assistência e vendas de acessórios de celulares;
  • Comércio e serviços de bicicletas;
  • Comércio de higiene e cosméticos;
  • Fabricação e comércio de material esportivo/brinquedos;
  • Salões de beleza, esmalterias e barbearias.
  • Lojas de material de construção;
  • Óticas;
  • Todos os serviços essenciais de acordo com decretos vigentes.
29/06 a 12/07- Fase 2
  • Autorização de 70% da capacidade de clientela com horário de funcionamento de 9h às 17h para as atividades da primeira fase;
  • Autorização de 50% da capacidade de clientela para restaurantes com horário de funcionamento de 7h às 19h, mas com atendimento ao público limitado a 2 horas por turno de refeição (7h às 9h; 11h às 13h), vedada a venda de bebida alcóolica.
13/07 a 26/07 - Fase 3 
  • Autorização de 100% da capacidade de clientela para as atividades da primeira fase;
  • Autorização de 70% da capacidade de clientela para restaurantes com horário de funcionamento de 7h às 20h, mas com atendimento ao público limitado a 2 horas por turno de refeição (7h às 9h; 11h às 13h; 18h às 20h);
  • Autorização de 30% da capacidade de frequentadores em celebrações religiosas.
A partir de 26/07 - Fase 4
Autorização de 100% da capacidade de clientela:
  • Liberação dos clientes nos restaurantes;
  • Bares com horário determinado de 9h às 23h;
  • Academias;
  • Abertura total de serviços e comércios não essenciais.
  • Autorização de 60% da capacidade de frequentadores em celebrações religiosas.
ClickPB

Nenhum comentário:

Postar um comentário