Rádio Cenecista de Picuí

VÍDEOS, FOTOS E MATÉRIAS TAMBÉM NO INSTAGRAM

quarta-feira, 3 de junho de 2020

Resort de luxo no litoral da PB vai a leilão por R$ 15 milhões para pagar dívidas trabalhistas

Mussulo Resort By Mantra fica na praia de Tabatinga, no Conde, e está fechado. Primeiro leilão vai ser em 23 de julho

Mussulo Resort, no Conde, em João Pessoa, vai
ser leiloado para pagar dívidas trabalhistas
Foto: Reprodução/TRT-13
O resort de luxo Mussulo Resort By Mantra, localizado no Litoral Sul da Paraíba, vai a leilão para pagamento de dívidas trabalhistas relativas a um processo que corre no Tribunal Regional do Trabalho da 13ª Região (TRT 13) desde 2017. De acordo com o edital do leilão, assinado no dia 12 de maio e divulgado nesta quarta-feira (3) pelo TRT, o lance mínimo para arremate do resort é de R$ 15 milhões.

Segundo os autos do processo o resort foi disponibilizado na modalidade de alienação judicial pelo juiz Lindinaldo Silva Marinho, atendendo a pedido formulado pelos proprietários do empreendimento. O Mussulo foi o primeiro resort de luxo instalado no litoral paraibano, segundo o TRT.

A defesa da empresa proprietária do imóvel, que não era a mesma que administrava o resort, informou que indicou o bem à Justiça do Trabalho e solicitou a alienação judicial. Segundo a advogada da empresa, Vanina Carneiro, "não há qualquer intenção de interpor recurso, pois o que interessa à empresa é a quitação desses débitos para que os ex-funcionários do resort possam receber o que lhes é de direito".

Conforme o edital de leilão, o Mussulo Resort By Mantra, que fica na praia de Tabatinga, no distrito de Jacumã, no Conde, tem uma área total de 85.147,25 m² e é composto de 102 unidades habitacionais de alto nível de acabamento e localização turística na Paraíba. O empreendimento encontra-se com atividades comerciais encerradas, desocupado e com aparência de abandonado.

Ainda de acordo com o documento, além das unidades habitacionais, o resort conta ainda com um centro de convenções, um bloco de lazer com área coberta, parque aquático e parque esportivo.

Os bangalôs, a recepção, a administração, o restaurante, a área de lazer, a academia e outros espaços estão com materiais de utensílios tais como cadeiras, mesas, sofás, camas, armários, móveis projetados, aparelhos de ar condicionado, equipamentos de ginástica, equipamentos para cozinha industrial, mesa de bilhar, mesa de sinuca, brinquedos infantis, cadeiras de praia, espreguiçadeiras, guarda-sóis, freezers, entre outros.

O leilão público presencial vai acontecer no auditório do Fórum Maximiano Figueiredo, em João Pessoa, nos dias 23 de julho e 22 de outubro, a partir das 8h30, onde serão ofertados os lances presenciais e pela internet.

O leiloeiro oficial responsável pela realização do leilão vai ser Marco Túlio Montenegro Cavalcanti Dias e o leilão público permanente, por meio da internet, está disponível no site do leiloeiro. Os bens podem ser arrematados por lote ou individualmente, pelo maior lance ofertado.

G1 PB

Nenhum comentário:

Postar um comentário