Rádio Cenecista de Picuí

VÍDEOS, FOTOS E MATÉRIAS TAMBÉM NO INSTAGRAM

SITE OFICIAL DA PREFEITURA DE NOVA PALMEIRA

quarta-feira, 8 de julho de 2020

Homem procurado em três estados é preso com documento falso em blitz na BR-101

Ele tinha mandados de prisão em aberto no Rio Grande do Norte, Paraíba e Pernambuco por homicídio, roubo e tráfico de drogas, segundo a Polícia Federal

Documento falso apresentado por suspeito de crimes
em três estados do Nordeste - Foto: PF/Divulgação
Um homem de 30 anos foi preso com uma carteira nacional de habilitação falsa ao ser abordado em uma blitz na BR-101, no Curado, no Recife. Segundo a Polícia Federal, após descobrirem a identidade verdadeira dele, foi constatado que havia quatro mandados de prisão em aberto nos estados do Rio Grande do Norte, Paraíba e Pernambuco por homicídio, roubo e tráfico de drogas contra ele (veja vídeo acima).

Canal Blog NP no Youtube: INSCREVA-SE

Nascido em Natal, o homem atualmente morava em João Pessoa, apontou a PF. Ele estava em um Cobalt cinza com outro homem e uma mulher, na terça-feira (7), quando foi abordado por uma equipe da Polícia Rodoviária Federal (PRF), que desconfiou da falsificação. O nome verdadeiro dele não foi divulgado.

Após a constatação de que o documento não era legítimo, ele foi atuado em flagrante por uso de documento falso e encaminhado à sede da Polícia Federal, no Cais do Apolo, região central do Recife. Caso seja condenado, a pena varia de dois a seis anos de reclusão.

Durante interrogatório, ele relatou aos policiais federais que havia saído de Natal com destino a Maceió. Sobre o documento falso, ele relatou que comprou de criminosos em Goiás, pagando para isso a importância de R$ 6 mil. As outras pessoas foram liberadas.

Após a autuação, o preso passou por exame de corpo de delito no Instituto de Medicina Legal (IML), no bairro de Santo Amaro, região central do Recife. Como existem quatro mandados de prisão em aberto, ele foi encaminhado ao Centro de Observação e Triagem Professor Everardo Luna (Cotel), em Abreu e Lima, no Grande Recife, onde fica à disposição da Justiça Federal.

G1 PE

Nenhum comentário:

Postar um comentário