Rádio Cenecista de Picuí

VÍDEOS, FOTOS E MATÉRIAS TAMBÉM NO INSTAGRAM

SITE OFICIAL DA PREFEITURA DE NOVA PALMEIRA

terça-feira, 28 de julho de 2020

Morre Rodrigo Rodrigues, apresentador do SporTV, aos 45 anos

Ele recebeu o diagnóstico de covid-19 na primeira quinzena de julho. RR, como era chamado, teve complicações devido a uma cirurgia

Aos 45 anos, Rodrigo morreu, nesta terça-feira,
de complicações geradas pela Covid-19, após sofrer
uma trombose venosa cerebral - Foto: Reprodução
Morreu nesta terça-feira (28) o jornalista, músico e escritor Rodrigo Rodrigues. Ele foi diagnosticado com covid-19 e estava internado desde o último sábado (25), no Hospital Unimed-Rio, no Rio de Janeiro.

Ele recebeu o diagnóstico de covid-19 na primeira quinzena de julho. RR, como era chamado, teve complicações devido a uma cirurgia para controlar uma trombose venosa cerebral (TVC) e não resistiu.

A morte foi confirmada no programa SporTV News, da SporTV.

Rodrigo Rodrigues nasceu na Tijuca, no Rio de Janeiro, e fez carreira em diversos canais de televisão, passando pela TV Cultura, SBT, ESPN Brasil, Band, Gazeta, Esporte Interativo e SporTV. 

Ele apresentou programas como "Troca de Passes", "Redação SporTV", "SporTV News", "Tá na Área" e "Seleção SporTV", além de ser âncora do "Globo Esporte" em esquema de plantão aos sábados na TV aberta.

Ele foi o primeiro apresentador do "Resenha ESPN", na ESPN Brasil.

Além do esporte, ele trabalhou em "Vitrine", da TV Cultura, "5 Discos", da Gazeta e "Cor de Rosa", do SBT. Lançou dois livros: "As Aventuras da Blitz", sobre o grupo musical comandado por Evandro Mesquita, e "London London", um guia para conhecer Londres de metrô.

Guitarrista da banda "The Soundtrackers", se apresentou no quadro "Ding Dong" do "Domingão do Faustão". Também trabalhou como locutor e apresentador da Rádio Globo em São Paulo.

O Hospital Unimed Rio divulgou uma nota oficial confirmando a morte do apresentador:

O Hospital Unimed-Rio informa, com pesar, que, após a realização de protocolo de avaliação na manhã desta terça-feira, foi atestada morte encefálica no paciente Rodrigo de Oliveira Rodrigues.

O paciente encontrava-se em estado grave e coma induzido, em unidade de terapia intensiva, desde o último domingo, 26/07, após ter sido submetido a procedimento para diminuição da pressão intracraniana em decorrência de uma trombose venosa cerebral. Rodrigo havia dado entrada na emergência da nossa unidade no sábado, 25/07, com quadro grave e diagnóstico prévio de Covid-19. Toda a equipe do Hospital Unimed-Rio se solidariza com familiares, amigos e admiradores do trabalho de Rodrigo Rodrigues. 

Paulo Henrique Ribeiro Bloise
Diretor Médico

ClickPB

Nenhum comentário:

Postar um comentário