Rádio Cenecista de Picuí

VÍDEOS, FOTOS E MATÉRIAS TAMBÉM NO INSTAGRAM

sexta-feira, 7 de agosto de 2020

Hospital na PB permanece fechado após quase sete meses de interdição

Secretaria de Saúde do Município informou que o retorno das atividades para o prédio do hospital está previsto para acontecer no fim de agosto

O Hospital Municipal Doroteia Marques de Aguiar, localizado em Aroeiras, no Agreste da Paraíba, permanece fechado após quase sete meses de interdição. O local foi interditado pelo Conselho Regional de Medicina da Paraíba (CRM-PB) em janeiro deste ano.

As atividades foram suspensas na unidade após uma vistoria apontar que o local tinha estrutura precária e funcionava sem médicos e com equipamentos comprometidos.

De acordo com o CRM, após uma visita feita na última segunda-feira (3), a reforma do hospital prevista para ser finalizada em maio, ainda não foi concluída. A população está sendo atendida em uma unidade básica de saúde, que segundo o órgão, apresenta problemas e pouca capacidade de atendimento.

O órgão indica preocupação com os pacientes confirmados e com suspeita de Covid-19, que no município de Aroeiras são atendidos inicialmente na unidade básica de saúde. Já os casos graves são encaminhados às cidades de Queimadas e Campina Grande.

Ao G1, a secretaria de saúde do município informou que o retorno das atividades para o prédio do hospital está previsto para acontecer no fim de agosto. Mas que o município continua com atendimento 24 horas na unidade de saúde, que precisou ser adaptada para atender a demanda da cidade.

G1 PB

Nenhum comentário:

Postar um comentário