Rádio Cenecista de Picuí

VÍDEOS, FOTOS E MATÉRIAS TAMBÉM NO INSTAGRAM

quarta-feira, 21 de outubro de 2020

Adolescente é baleado ao tentar fugir de abordagem policial em Campina Grande

Garoto de 14 anos estava acompanhado de borracheiro que era alvo de mandados de prisão. Policial entrou em luta corporal com jovem e atirou nas pernas dele para impedir fuga, segundo delegado

Um adolescente de 14 anos foi baleado durante uma ação da Polícia Civil, realizada nesta quarta-feira (21), no bairro Três Irmãs, em Campina Grande. Segundo a polícia, ele estava acompanhado de um borracheiro, que era alvo de quatro mandados de prisão, quando teria tentado fugir dos policiais e foi atingido pelos disparos.

O pai do garoto contou à equipe de reportagem da TV Paraíba, que o carro da família estava com um pneu furado. Por isso, a vítima foi em busca do profissional para consertar o veículo.

Quando ele estava acompanhado do borracheiro, dois policiais civis desceram de um carro para cumprir os mandados de prisão. Assustado com a abordagem, o garoto teria tentado fugir do local e entrou em uma casa.

Ele foi perseguido e quando chegou ao quintal da residência, lutou com um dos policiais. Segundo o delegado André Rabelo, superintendente da Polícia Civil de Campina Grande, o policial teria caído no chão durante o confronto e efetuado “dois ou três disparos” contra as pernas do garoto para impedir que ele continuasse a fuga.

O rapaz foi socorrido e levado para o Hospital de Emergência de Trauma de Campina Grande. De acordo com a unidade, ele passou por uma cirurgia e o estado de saúde dele é estável.

O adolescente é aluno de uma escolinha de futebol. A equipe médica que o atendeu disse que ainda não é possível afirmar se ele poderá voltar a praticar o esporte, já que os tiros causaram uma fratura exposta na perna direita dele.

Também conforme o delegado, o adolescente pode responder por atos infracionais referentes aos crimes de desacato, resistência à prisão e lesão corporal contra o policial, que passou por atendimento médico no Núcleo de Medicina e Odontologia Legal (Numol) da cidade.

O delegado ainda disse que a família do adolescente será ouvida na manhã da quinta-feira (21). Ele explicou que a ação foi legal, mas que se existiu algum excesso a situação será investigada.

O borracheiro, alvo dos mandados de prisão, foi encaminhado para ao presídio do Serrotão. Ele é suspeito de tráfico de drogas e receptação de produtos roubados.

G1 PB

Nenhum comentário:

Postar um comentário