Rádio Cenecista de Picuí

VÍDEOS, FOTOS E MATÉRIAS TAMBÉM NO INSTAGRAM

sábado, 31 de outubro de 2020

Aeroporto João Suassuna registra queda de mais de 46 mil passageiros em relação a 2019 por causa da pandemia

Esse número é menos da metade do apurado ano passado quando o aeroporto registrou 102.808 passageiros de janeiro a setembro de 2019. Uma queda de 56.138​ passageiros de um ano a outro

A queda no número de passageiros causada pela suspensão ou diminuição de voos por conta da pandemia fez o aeroporto João Suassuna em Campina Grande registrar o pior fluxo dos últimos anos. Segundo informações obtidas pelo ClickPB, de 23 de março até o dia 31 de julho não houve operações comerciais no aeroporto. Durante os meses de janeiro, fevereiro, agosto e setembro, o local registrou o fluxo de 46.670 passageiros. Esse número é menos da metade do apurado ano passado quando o aeroporto registrou 102.808 passageiros de janeiro a setembro de 2019. Uma queda de 56.138 passageiros de um ano a outro.

Segundo a Aena, empresa responsável pelo local, em janeiro de 2020, antes da pandemia, Campina Grande tinha, em média, 6 operações diárias (3 pousos e 3 decolagens), sendo 2 voos vindos do Recife e 2 com destino à capital pernambucana, todos operados pela Azul. Já a Gol operava 1 chegada de Guarulhos e 1 partida para o mesmo destino (durante a madrugada).

Com a retomada, o aeroporto foi reaberto em agosto e já no dia 5 de outubro voltou a ter as 6 operações diárias e destinos citados no primeiro tópico. A única mudança ocorrida foi no horário do voo da Gol (Guarulhos), que passou a acontecer à tarde, tanta chegada quanto partida.

A partir de 5 de novembro, o aeroporto passará de 6 para 8 operações diárias (4 pousos e 4 decolagens) com mais um voo da Azul para o Recife (serão 3 partidas e 3 decolagens), contemplando os três turnos (manhã, tarde e noite). O outro voo é o que liga a cidade a Guarulhos (ida e volta).

Emmanuela Leite - ClickPB

Nenhum comentário:

Postar um comentário