Rádio Cenecista de Picuí

VÍDEOS, FOTOS E MATÉRIAS TAMBÉM NO INSTAGRAM

segunda-feira, 19 de outubro de 2020

Idoso suspeito de maus-tratos a cavalo é assassinado a tiros em casa

Crime aconteceu cerca de 48 horas após o homem ser levado à delegacia por cegar o animal usando óleo quente e formol

Cavalo teria ficado cego após suspeito jogar
óleo quente e formol, diz PM - Foto: Reprodução

Cerca de 48 horas após ser apontado como suspeito de cegar um cavalo usando óleo queimado e formol, um homem de 65 anos foi assassinado a tiros na noite deste domingo (18) na Grande Natal.

A execução aconteceu na casa da vítima, na praia de Pitangui, em Extremoz. A Polícia Civil vai investigar se há relação entre os dois crimes.

O assassinato aconteceu por volta das 19h. De acordo com a Polícia Civil, o idoso estava em casa, quando quatro homens armados arrombaram a porta, invadiram o imóvel, atiraram contra ele e fugiram. A vítima foi identificada como José Rosa de Lima, de 65 anos.

O corpo do homem foi recolhido para ser periciado pelo Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep), onde ainda estava na manhã desta segunda-feira (19).

José havia sido detido pela Polícia Militar e levado à delegacia na noite da última sexta-feira (16), após ser apontado como o autor de maus-tratos a um cavalo, que foi cegado com óleo queimado e formol. Uma testemunha, o filho do proprietário do animal, afirmou a polícia que viu o homem correndo com uma garrafa.

Ao chegar à casa do suspeito, os policiais militares encontraram garrafas dos produtos e deram voz de prisão a José. De acordo com vizinhos, ele já teria ameaçado matar o animal, porque não queria o cavalo pastando perto de sua casa.

Após os procedimentos na delegacia, o homem havia sido liberado para responder por maus-tratos em liberdade.

G1 RN

Nenhum comentário:

Postar um comentário