Rádio Cenecista de Picuí

VÍDEOS, FOTOS E MATÉRIAS TAMBÉM NO INSTAGRAM

sexta-feira, 23 de outubro de 2020

Suspeito de matar medalhista de luta olímpica com facada é preso e confessa crime, diz polícia

Homem confessou ter matado Tássio Felipe dos Anjos Lima durante interrogatório da Polícia Civil, mas afirmou que agiu em legítima defesa

Polícia prende suspeito de matar ex-lutador de Wrestling
com facada após discussão no trânsito, na PB
Foto: A Confederação Brasileira de Wrestling/Divulgação

Um homem de 31 anos foi preso suspeito de matar o medalhista de luta olímpica (wrestling) e estudante de direito Tássio Felipe dos Anjos Lima, de 33 anos, na tarde desta sexta-feira (23), na Paraíba. Segundo a Polícia Civil, o suspeito confessou o crime durante interrogatório, mas afirmou que agiu em legítima defesa.

O jovem foi morto com uma facada no peito após se envolver em uma discussão de trânsito, no último sábado sábado (17), em Lucena, no litoral da Paraíba.

O suspeito já era apontado pelas investigações como o autor do crime e foi preso após a Justiça atender um pedido de mandado de prisão temporária, feito pela Polícia Civil.

Entenda o caso

O medalhista de luta olímpica (wrestling) e estudante de direito Tássio Felipe dos Anjos Lima, de 33 anos, foi morto com uma facada no peito após se envolver em uma discussão de trânsito, no sábado (17), em Lucena, no litoral da Paraíba.

Segundo a Polícia Militar, o jovem estava em um carro junto com a irmã quando parou o veículo para fazer compras em um mercado. No momento, um motociclista que passava pelo local precisou desviar do automóvel.

Após a manobra, Tássio e o motociclista começaram a brigar e a trocar xingamentos. Durante a discussão, o motociclista esfaqueou Tássio no peito e fugiu do local.

Tássio era atleta de luta olímpica. No campeonato brasileiro sênior de 2014, ele conquistou a medalha de prata na categoria até 80 quilos do estilo greco-romano.

G1 PB

Nenhum comentário:

Postar um comentário