Rádio Cenecista de Picuí

VÍDEOS, FOTOS E MATÉRIAS TAMBÉM NO INSTAGRAM

segunda-feira, 18 de janeiro de 2021

Médico de 79 anos é o primeiro paraibano a ser vacinado contra a Covid-19 no Brasil

Almir Ferreira de Andrade foi imunizado neste domingo (17), no Hospital de Clínicas em São Paulo, logo após a aprovação do uso emergencial da vacina Coronavac

O médico Almir Ferreira de Andrade, de 79 anos, recebe a vacina
CoronaVac contra a Covid-19 no Hospital das Clínicas, em
São Paulo, neste domingo (17) - Foto: Nelson Almeida/AFP

O primeiro paraibano vacinado contra a Covid-19 foi o médico neurologista Almir Ferreira de Andrade, de 79 anos, natural de Santa Cruz, no Sertão da Paraíba. Ele foi imunizado neste domingo (17), no Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, em São Paulo, logo após a aprovação do uso emergencial da Coronavac por parte da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA).

Se Inscreva no Canal do Blog NP no YouTube, onde a Paraíba é destaque

👇🏿👇🏿👇🏿

https://www.youtube.com/channel/UC_AiaIIqY22lPguWaW1isVQ/

O médico atua como coordenador do pronto socorro de neurocirurgia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP). Também é professor doutor livre-docente junto ao Departamento de Neurologia, disciplina de Neurologia, pela FMUSP.

Para ele, a vacinação é um recomeço. "Esse dia hoje é uma dádiva. Vai permitir que a gente trabalhe com mais tranquilidade atendendo pacientes de Covid-19. Como Joe Biden, presidentes dos Estados Unidos, estou me sentindo como um menino, que está começando agora", disse Almir.

Vacinação na Paraíba

A primeira remessa de vacinas que deve chegar na Paraíba por volta das 15h desta segunda-feira (18) vai vacinar 54.689 paraibanos, de acordo com a Secretaria de Estado da Saúde (SES).

Nesta segunda-feira, a Paraíba vai receber 92.960 doses da vacina Coronavac. Serão contemplados com essa primeira remessa 34% do previsto dos trabalhadores da saúde (42.925), 10.432 indígenas aldeados, 1.212 pessoas idosas em instituições e 120 pessoas com deficiência que estejam institucionalizadas.

G1 PB

Nenhum comentário:

Postar um comentário