Rádio Cenecista de Picuí

VÍDEOS, FOTOS E MATÉRIAS TAMBÉM NO INSTAGRAM

quinta-feira, 28 de janeiro de 2021

Suspeito de matar filha com tiro na cabeça é preso, na Paraíba

Homem chegou a dizer à polícia que o disparo foi acidental. Mas o relato de testemunhas levou à conclusão de que o tiro aconteceu de forma intencional, diz delegado

Mulher que teria sido morta pelo pai, em Boqueirão,
na Paraíba, tinha 36 anos - Foto: Reprodução/TV Paraíba

O homem suspeito de matar a filha, de 36 anos, com um tiro na cabeça foi preso nesta quinta-feira (28), em Queimadas, no Agreste da Paraíba. O crime aconteceu no fim de dezembro do ano passado, após uma discussão familiar, no município de Boqueirão.

Veja também: Jacó Souza e a Barbárie de Queimadas

Segundo o delegado Ilamilto Simplício, responsável pelo caso, testemunhas contaram que o disparo que matou a vítima não foi acidental, como o suspeito havia informado.

Após os depoimentos das testemunhas, o homem teve a prisão preventiva decretada.

O mandado de prisão foi cumprido no município de Queimadas, onde o suspeito morava. Após o procedimento, o suspeito foi encaminhado para o Presídio do Serrotão, em Campina Grande.

De acordo com informações repassadas pela família à polícia, a vítima e o suspeito conviviam há pouco tempo. O homem havia se mudado para Boqueirão recentemente, quando passou a ter mais contato com a filha. No entanto, eles discutiam constantemente por conta do terreno da família, onde a filha tinha um plantio.

Durante a última discussão, quando o crime aconteceu, o pai pegou uma espingarda artesanal e matou a filha com um tiro na cabeça. Ela ainda foi socorrida pelo Samu para o Hospital de Boqueirão, mas não resistiu aos ferimentos e morreu na unidade de saúde.

No dia 31 de dezembro ele se apresentou à polícia, acompanhado de advogados. Em depoimento, disse que não teve intenção de assassinar a vítima e que a arma teria disparado por acidente. Por ter se apresentado espontaneamente, passou a responder pelo crime em liberdade.

G1 PB

Nenhum comentário:

Postar um comentário