Rádio Cenecista de Picuí

VÍDEOS, FOTOS E MATÉRIAS TAMBÉM NO INSTAGRAM

quinta-feira, 11 de março de 2021

Corpo de homem que morreu de Covid-19 é trocado e enterrado em outra cidade, na PB

Secretaria de saúde informou que sobrinha de paciente reconheceu o corpo errado

Foto: Reprodução

O corpo de um homem de 63 anos, que estava internado no Hospital Municipal Pedro I, em Campina Grande, no Agreste paraibano e morreu na quarta-feira (10), foi trocado pelo de outro paciente e enterrado pela família errada, no município de Arara.

De acordo com os familiares, o paciente deu entrada no hospital no dia 22 de fevereiro. No dia seguinte, o paciente teve alta, mas, dois dias depois, o idoso teve uma piora no quadro e foi internado novamente. Na quarta (10), a família foi informada de que o idoso havia morrido e, quando chegou para o reconhecimento, não encontrou o corpo do familiar, que já havia sido enterrado em outro município.

A Secretaria Municipal de Saúde de Campina Grande emitiu uma nota com esclarecimentos a respeito do caso. De acordo com a nota, “um familiar cometeu equívoco, ao fazer o reconhecimento do corpo de uma vítima da Covid-19. A sobrinha de outro idoso reconheceu o corpo errado como sendo o seu tio e assinou o termo de reconhecimento”.

Ainda segundo a Secretaria de Saúde, o reconhecimento do corpo é um ato extremamente importante e de responsabilidade do familiar. “A Secretaria acredita que a pessoa possa ter cometido o engano, em função do estado de emoção, ao reconhecer o corpo”.

Para realizar o procedimento com segurança, a pessoa recebe Equipamentos de Proteção Individual (EPI's) e é acompanhada por um supervisor da unidade hospitalar.

Ainda segundo a nota, a secretaria informou que está tomando todas as providências para que os corpos sejam entregues às suas respectivas famílias, para realização do sepultamento.

G1 PB 

Nenhum comentário:

Postar um comentário