Rádio Cenecista de Picuí

VÍDEOS, FOTOS E MATÉRIAS TAMBÉM NO INSTAGRAM

sexta-feira, 26 de março de 2021

Papa Francisco dá título de Basílica Menor a igreja de Acari, no RN

Igreja de Nossa Senhora da Guia, em Acari, é a primeira do Rio Grande do Norte a receber título, segundo Arquidiocese de Natal

Basílica Menor de Acari, no Seridó potiguar
Foto: Divulgação

Através de um decreto emitido pela Santa Sé, o Papa Francisco tornou a Igreja Matriz de Nossa Senhora da Guia, na cidade de Acari, na região do Seridó potiguar, uma Basílica Menor. O decreto foi lido pelo bispo diocesano de Caicó, Dom Antônio Carlos Cruz, no final da celebração de “dedicação da Igreja”, na noite desta quinta-feira (25).

Veja também: As igrejas mais bonitas da Paraíba – parte 3

Segundo a Arquidiocese de Natal, o título foi dado em razão da história e da arquitetura da Igreja. Foi nela que o Cardeal Eugênio de Araújo Sales recebeu o batismo, há cem anos. Dom Eugênio foi sacerdote, bispo auxiliar e administrador apostólico da Arquidiocese de Natal, e faleceu no ano de 2012, no Rio de Janeiro, onde residia como arcebispo emérito.

Segundo a Igreja Católica, as basílicas são igrejas dotadas de "especial importância para a vida litúrgica e pastoral de uma diocese e, por isso, possuem 'um particular vínculo com a Igreja de Roma e com o Sumo Pontífice'". O título é concedido igrejas com alta veneração devotada por fiéis, transcendência histórica e beleza artística, por exemplo.

História

A Paróquia Nossa Senhora da Guia, na cidade do Acari, é a primeira que foi desmembrada da antiga Freguesia da Senhora Santa Ana do Seridó, cujo território paroquial abrangia o que hoje corresponde ao território da Diocese de Caicó. A Igreja Matriz, que agora passa a ser Basílica Menor pontifícia, foi construída pelo Padre Thomaz Pereira de Araújo e inaugurada em 1867.

A igreja é a segunda paróquia mais antiga da Diocese de Caicó e uma das mais antigas do estado do Rio Grande do Norte. Segundo pesquisadores, a devoção a Nossa Senhora da Guia remonta ao ano de 1738 e as cidades ao seu redor têm em Acari um "referencial de piedade mariana e de decoro nas celebrações litúrgicas", conforme a Arquidiocese de Natal.

Tradicionalmente, a festa da padroeira acontece no período de 5 a 15 de agosto e atrai centenas de devotos locais e visitantes.

G1 RN

Nenhum comentário:

Postar um comentário