Rádio Cenecista de Picuí

VÍDEOS, FOTOS E MATÉRIAS TAMBÉM NO INSTAGRAM

sexta-feira, 16 de abril de 2021

UFPB vai distribuir 1,6 mil chips com internet a estudantes de baixa renda

Alunos poderão se inscrever no período de 19 a 26 de abril. Os chips distribuídos terão plano mensal de dados móveis de 20 GB, com vigência até o mês de dezembro deste ano

A Universidade Federal da Paraíba (UFPB) irá distribuir 1,6 mil chips com dados móveis a estudantes em situação de vulnerabilidade socioeconômica, nos quatro campi da instituição, de acordo com o edital emergencial publicado. As inscrições serão realizadas no período de 19 a 26 de abril, por meio do Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas (SIGAA).

O objetivo da seleção é ajudar os alunos no acompanhamento das atividades acadêmicas do semestre vigente, que estão ocorrendo de forma totalmente remota, em virtude da situação epidemiológica da pandemia.

A seleção é aberta exclusivamente para estudantes de graduação e do ensino técnico regularmente matriculados no atual período letivo 2020.2. Os chips distribuídos terão plano mensal de dados móveis de 20 GB, com vigência até o mês de dezembro deste ano.

Podem concorrer alunos beneficiados com auxílio estudantil - a exemplo de auxílio-alimentação ou residência universitária - , além dos alunos que ingressaram na UFPB como cotistas, ainda que não recebam auxílio estudantil e que possuam até 1,5 salário-mínimo de renda familiar per capita.

O resultado da seleção será divulgado no dia 30 de abril e a entrega dos chips aos alunos contemplados ocorrerá no período de 5 a 12 de maio. No ato da inscrição, o aluno escolherá a modalidade de entrega mais conveniente – no campus, em local a ser definido, ou recebimento pelos Correios, no endereço informado durante a inscrição.

Conforme a UFPB, os chips foram disponibilizados pela Rede Nacional de Pesquisa (RNP), por meio de convênio com o Ministério da Educação (MEC). No semestre letivo anterior, outras 1.200 unidades foram distribuídas a estudantes da instituição, também por meio da parceria com a RNP.

G1 PB

Nenhum comentário:

Postar um comentário